segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Sete lugares pouco conhecidos do Brasil que você deveria visitar


Não faltam destinos célebres no Brasil: as praias do Nordeste, cachoeiras da Chapada Diamantina, cidades históricas mineiras, os mirantes do Rio de Janeiro. Mas você já pensou em dedicar algum tempo para explorar cantinhos do nosso país que não são tão falados? Abaixo, conheça sete destinos brasileiros que não são tão famosos nacionalmente, mas que deveriam ser visitados pelo menos uma vez na vida.

Serra do Rio do Rastro (SC)


Não há melhor maneira de contemplar lindas paisagens do que fazendo uma viagem de carro por algum estrada incrível. E o Brasil oferece um cenário perfeito para este tipo de experiência: trata-se do trecho da rodovia catarinense SC-390 que serpenteia pela linda Serra do Rio do Rastro, dobrando em curvas dramáticas, cruzando áreas de densa Mata Atlântica e passando ao lado de mirantes e cachoeiras. É incrível admirar o percurso desta rota desde mirantes que existem ao redor da estrada (como pode ser visto na foto). A rodovia se localiza entre os municípios de Bom Jardim da Serra e Lauro Müller e um de seus mirantes está a mais de 1.400 metros de altitude. Haja fôlego para lidar com tamanha beleza.


Lajedo de Pai Mateus (PB)



Acha que a Paraíba é composta apenas pela agradável João Pessoa, a festiva Campina Grande e as paradisíacas praias do município de Conde? O Estado nordestino tem um dos lugares mais surreais do Brasil: o Lajedo de Pai Mateus. Trata-se de uma elevação de granito de um meio de uma região desolada e árida que sustenta formações rochosas arrendondadas com mais de quatro metros de altura. O nome do lugar tem origem em um curandeiro que teria vivido aqui como eremita, dentro de uma das rochas, no século 18. Ele era conhecido como Pai Mateus. Verdade ou não, é um local de atmosfera mágica, onde acontece um pôr do sol que está entre um dos mais lindos do Brasil. E lá perto fica o centro histórico do município de Cabeceiras, que serviu de cenário para alguns filmes nacionais, como o “Auto da Compadecida".


Cidade de Goiás (GO)


Minas Gerais tem o que provavelmente são as cidades históricas mais lindas do Brasil, como Ouro Preto, Diamantina e Tiradentes. Mas, no Estado de Goiás, existe uma joia chamada Cidade de Goiás (ou, para os locais, Goiás Velho, a cerca de 140 quilômetros de Goiânia). É um município tão belo como as relíquias mineiras, mas que, via regra, não se encontra lotado de turistas . Passear pelas lindas pracinhas, igrejas com centenas de anos e vielas  de paralelepípedo de Goiás Velho é, literalmente, voltar no tempo. E tem mais: a cidade é o berço de uma das maiores poetisas da história brasileira, Cora Coralina, cuja casa pode (e deve) ser visitada por quem passa pelo destino. E todos estes elogios não são exagero: o centro histórico de Goiás Velho é hoje considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.


Chapada das Mesas (MA)


O Brasil tem três chapadas famosíssimas: a Diamantina (BA), a dos Guimarães (MT) e a dos Veadeiros (GO). Nem todos sabem, entretanto, que, no Maranhão, existe o Parque Nacional da Chapada das Mesas, um recanto do ecoturismo com cerca de 160 mil hectares onde o turista encontra belezas naturais como dezenas de cachoeiras (como a cachoeira de Santa Bárbara, com quase 70 metros de altura, e a linda cachoeira de São Romão) e a formação rochosa Portal da Chapada, com uma fenda que lembra o mapa do vizinho Tocantins – um lugar ideal para admirar o belo Morro do Chapéu e o pôr do sol. E se a vontade for nadar, um dos melhores lugares do parque é a piscina natural que parece um "poço encantado" conhecida como Encanto Azul, de água cristalina e situado no meio de íngremes rochedos. 


 Belém (PA)


A culinária e a música do Pará já estão disseminadas no Brasil há tempos. Mas você já teve vontade de visitar a capital paraense, Belém? Caso a resposta seja não, saiba que se trata de uma das metrópoles mais fascinantes do Brasil, que mistura história, paisagens naturais e muita agito como poucas cidades no país. Passear pelo Mercado Ver-o-Peso e ver ali, ao vivo, o descarregamento de uma variedade infinita de produtos amazônicos (como nosso tão amado açaí) é uma experiência que todo brasileiro deveria vivenciar. E isso sem falar nos monumentos fantásticos que marcam Belém, como a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré, a Estação das Docas (recheada de bares estilosos) e o Theatro da Paz (na foto) erguido em estilo neoclássico e inaugurado no século 19.


Capitólio (MG)


Localizado em Minas Gerais, a cerca de 290 quilômetros de Belo Horizonte, Capitólio está se transformando cada vez mais em um destino turístico conhecido no país inteiro. O destino é cortado por lindos lagos, cachoeiras e curtos de água cercados por íngremes paredões, que são explorados em agradáveis passeios de barco. E todos estes cenários também podem ser admirados a partir de trilhas que cortam a região. Além disso, Capitólio já oferece boa infraestrutura turística e é um bom lugar para passar alguns dias de descanso. E lá perto fica o Parque Nacional da Serra da Canastra, local onde nasce o rio São Francisco, com diversas cachoeiras e um destino ideal para tours no meio da natureza.


Bananal (SP)


Quer fazer uma viagem repleta de história no Vale do Paraíba? O município paulista de Bananal, a aproximadamente 340 quilômetros da cidade de São Paulo, pode ser uma boa opção para este tipo de passeio. O destino exibe um lindo centro histórico, marcado por uma bela igreja, um coreto e casarões do século 19. Além disso, Bananal e seus arredores estão cheios de antigas fazendas cafeeiras que podem ser visitadas pelo público. Aqui, os turistas admiram os lindos cenários naturais que compõem estes lugares e, ao mesmo tempo, aprendem sobre as tristes histórias da escravidão que marcaram toda esta área. A Fazenda Resgate, que foi cenário para a novela global “Saramandaia”, de 2013, é um dos lugares que podem ser visitados. Bananal é também usada como base para tours pela linda Serra da Bocaina.


Fonte: Site UOL Turismo – escrito por Marcel Vincenti

Nenhum comentário:

Postar um comentário